Joseph Blatter diz que a CONMEBOL é um orgulho para a FIFA


O presidente da FIFA Joseph Blatter, em sua alocução durante o 64° Congresso Ordinário da Confederação Sul-Americana de Futebol, expressou que “a Conmebol é um orgulho para a FIFA por suas conquistas e pela sua contribuição ao desenvolvimento de todo o futebol no mundo”…

O mesmo indicou que a Conmebol é a Confederação pioneira em seu gênero, assim como a Copa América e a Copa Libertadores são as primeiras competições criadas no mundo.

“Quero prestar minha homenagem aos campeões olímpicos de 1924 no estádio Colombes da França quando o Uruguai se sagrou campeão olímpico, e para meu pesar, derrotando a seleção do meu país: Suíça, que pela única vez  chegou a uma instância como essa”, recordou.

Pediu a todos os congressistas um aplauso para o Uruguai.

Posteriormente o senhor Blatter felicitou as autoridades da C.S.F. pela reorganização institucional, a renovação de seus estatutos, o tribunal de ética, a criação da comissão antidopagem e a administração econômica, feitos muito plausíveis que fortalecem a Confederação.

Por outro lado, diz estar seguro de que, o campeonato Mundial do Brasil será um êxito rotundo porque o mundial dessa vez é no país do futebol e que mais de 40 bilhões de pessoas observarão este evento, durante as 64 partidas da competição através da televisão.

Informou que as finanças da FIFA estão muito bem pese a crise no mundo e recordou o notável labor que cumprem nessa área o presidente da AFA e o 1º vice-presidente da FIFA julio Grondona.

O titular do ente reitor do futebol no mundo indicou que a questão do Catar está sob a instância da Comissão Ética da FIFA, “a investigação está a ponto de terminar. Serão adotadas decisões no mês de setembro”.

Outrossim, acrescentou que, “os meios de comunicações, especialmente os ingleses, falam do Mundial do ano 2022, quando ainda não se disputou nem o de 2014,  e muito menos o do ano 2018”.

Finalmente, disse a todos os congressistas sul-americanos que sua missão no futebol ainda não está cumprida.

 

CONMEBOL.com

Foto: Fabio Rubinato/AGF


Leave a comment